Textos em português e esperanto. Tekstoj en la portugala kaj en Esperanto.

Obrigada por sua visita! Dankon pro via vizito!

terça-feira, 1 de outubro de 2013

O semeador




O poeta semeia versos
Na pele escura da noite
Onde dormem inquietudes
E seus luares boêmios.

Nas entrelinhas do texto,
Um rio de sonhos passa,
Mas só se pescam estrelas
Com o olhar desarmado.

Maria Nazaré de C. Laroca

Juiz de Fora, 1º/10/2013

3 comentários:

  1. Em esperanto eu diria kia juvelo! Um verdadeira jóia poética, minha amiga!
    Parabéns por mais uma gema de sua coleção para nós que apreciamos e amamos a Poesia e seus poetas e (en)cantadores.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Lindo, Nazaré! Parabéns por mais uma joia!

    ResponderExcluir