Textos em português e esperanto. Tekstoj en la portugala kaj en Esperanto.

Obrigada por sua visita! Dankon pro via vizito!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Notícia / Informo


 
 
 
Notícia
 

No dia 10 de outubro de 2008,

Eu vi pela tevê (e chorei)

Uma menininha gentil

Que passa fome no agreste do Brasil.

 

Com inocente delicadeza,

A menina de oito anos sorri

E abre a porta de sua miséria

Para o mundo preocupado

Com a crise financeira

Das bolsas de valores.

 

E a menina raquítica

Informa com simplicidade:

- Quando não tem o que comer,

Eu como barro e bebo água...

Mas dá uma dor...

 

- Onde? No estômago?

(pergunta a repórter com presteza.)

- Oh, não!  Dói aqui no coração...

De tanta tristeza...


Maria Nazaré de Carvalho Laroca
In: Travessia do poema. Campinas: Pontes Editores; Juiz de Fora: FUNALFA, 2012, p. 44.
 
 
INFORMO
 
La 10-an oktobro 2008,
Televidile mi spektis (kaj ploris)
Delikatan knabinon
Kiu malsatas (oh, terure!)
En kruda enlando de Brazil’.
 
Naive ridetas l’ infan’
La pordon malfermante
De sia mizero al mond’
Kiu zorgas pri falantaj
Borsoj internaciaj.
 
Kaj la rakita ulin’
Simplece kaj rekte informas:
- Tiam, kiam ne estas manĝaĵ’
Mi manĝas koton kaj trinkas akvon...
Tamen, venas dolor’...
 
- Kien? Ventren? (demandas la reportist’.)
- Ho, ne!  Ĉi doloras la kor’
   Pro tiom da malĝoj’ ...
 
Maria Nazaré de Carvalho Laroca

6 comentários:

  1. Nazaré, gostaria de enviar meu comentário por e-mail. Você pode enviá-lo para mim? Grato.

    ResponderExcluir
  2. Querida poeta, é triste mesmo ver esta realidade tendo que ser enfrentada por uma criança. Fome, num país como o nosso... è muito triste.

    ResponderExcluir
  3. Oi, mãe, realmente dói muito ver tanta miséria! Seu poema toca o coração de todos ao descrever tamanha pobreza de forma singela! Bjo!!

    ResponderExcluir
  4. A miséria ainda existe porque o homem assim o quer!!! O que se gasta com as guerras daria para acabar com a miséria no mundo! Quando o homem irá evoluir!? ...
    Vimos esta cena de miséria no Brasil, mas existem cenas piores na África, e também em outros países que estão sofrendo com a guerra, neste momento. Meu Deus, quantas vidas teremos que ter para mudar este quadro?

    ResponderExcluir
  5. Meu coração concorda com o seu, Sílvia David!
    Obrigada por sua amável visita ao meu ninho poético. :)

    ResponderExcluir